Artigos


Dando sabor à vida


Quinta-feira, 06 de fevereiro de 2020


Imagem | Dando sabor à vida

“Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servira par mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens” (Mt 5,13). Com este versículo de São Mateus gostaria de refletir sobre o sabor de nossa vida, afinal, a vida necessita ter um sabor agradável.
 
Um paladar muito amargo não cai muito bem, não é mesmo? Mas, não podemos esquecer que quem “tempera” nossa vida somos nós mesmos. Por isso, deveríamos nos perguntar: qual o sabor que tenho provado em minha vida? Qual o sabor que eu tenho temperado meu casamento, minha família, meus sonhos, meus filhos? Afinal, paladar ruim, tempero ruim!
 
Muitas vezes deixamos que coisas bobas nos tirem a paz. Queremos que tudo seja feito do nosso jeito, no nosso tempo, e a vida não é assim, cada um tem seu tempo e seu jeito. Ou então, perdemos a paz por deixar que feridas do passado e do presente fiquem expostas por muito tempo e não raramente as alimentamos quando ficamos remoendo os fatos. O paladar se perde quando deixamos nossa vida lá no passado e deixamos de sonhar, de virar a página, de recomeçar.
 
O que torna o paladar bom novamente é aprendermos a tornar a vida mais leve, sem carregar pesos nas costas de feridas, culpas e coisas que aconteceram há anos em nossa vida e que não podem ser mudados; é quando decidimos que perdoar dói menos que guardar a mágoa, quando não precisamos de muito para ser feliz. O que torna o paladar bom novamente é aprender a amar sem esperar nada em troca; é ter fé, pois sabemos que tem um Deus que nunca nos desampara.
 
Então, que mudemos o tempero de nossa vida e nossa família. Não espere que o outro mude para que você mude também. Aprendamos a dar um sabor verdadeiro àquilo que amamos. Deus te abençoe!
 
 
Imagem: Boa Forma

Comentários



Sobre o Autor


Padre Thiago Freitas dos Reis

Pe. Thiago é pároco da Paróquia Bom Jesus em Barretos. E-mail: thiagofdreis@hotmail.com 

Artigos do Autor