Notícias


57ª Assembleia Geral da CNBB acontece em Aparecida


Quinta-feira, 02 de maio de 2019


Foto | 57ª Assembleia Geral da CNBB acontece em Aparecida

Desde ontem, 1º de maio, acontece no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida do Santuário Nacional de Aparecida (SP), a 57ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Mais de 400 bispos, entre os considerados na ativa e eméritos participam do evento que conta ainda com representantes de organismos e pastorais da Igreja.
 
Este ano, os bispos que participam da Assembleia Geral têm como objetivo central atualizar as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) da Igreja no Brasil para o próximo quadriênio.
 
O arcebispo de São Luiz (MA) e presidente do Regional Nordeste 5, Dom José Belisário da Silva, coordenador dos trabalhos desta comissão, lembrou que a atuação da Igreja no mundo urbano, conforme já amadurecido pelos bispos do Brasil, é o foco do documento. “O texto reforça que vivemos uma cultura urbana, com predominância no país das grandes cidades”, acentuou.
 
Segundo ele, o grupo recebeu significativas contribuições. E a tendência da equipe foi acolher todas as emendas propostas, exceto as que apresentaram caráter contraditório. A equipe se encontrou mais uma vez antes da antes da 57ª AG com a missão de incorporar as últimas contribuições enviadas. Desta reunião saiu o texto final que será aprovado pelos bispos em Aparecida (SP).
 
As Diretrizes que os bispos aprovarão estão estruturadas a partir da imagem da comunidade cristã como “casa”. No centro, como eixo, está a Comunidade Eclesial Missionária, sustentada por “quatro pilares”: Palavra, Pão, Caridade e Missão.
 
A 57ª AG da CNBB também tem como desafio eleger a nova presidência da CNBB para o próximo quadriênio. Esta é composta pelo presidente, vice-presidente e secretário-geral. Na ocasião também serão eleitos os 12 presidentes das Comissões Episcopais Pastorais e o delegado e o suplente junto ao Conselho Episcopal Latino Americano (Celam).
 
Outros temas prioritários e diversos como reuniões, comunicações, celebrações e retiro integram a pauta da Assembleia. Esta edição prevê, inicialmente, duas mensagens e carta final, sendo uma ao Papa Francisco e outra ao prefeito da Congregação para os Bispos.
 
Fonte: CNBB
 

Comentários