Notícias


Publicada “Fratelli tutti”, a Encíclica social do Papa Francisco


Domingo, 04 de outubro de 2020


Foto | Publicada “Fratelli tutti”, a Encíclica social do Papa Francisco

Foto: Vatican Media
 
Na conclusão da oração mariana do Angelus de domingo (04) o Papa Francisco lançou oficialmente a terceira encíclica de seu pontificado, Fratelli Tutti (Todos irmãos). O documento foi assinado no sábado (03), sobre o altar do túmulo de São Francisco, em Assis.
 
“Os sinais dos tempos mostram claramente que a fraternidade humana e o cuidado da criação constituem o único caminho para o desenvolvimento integral e a paz, já indicados pelos Santos Papas João XXIII, Paulo VI e João Paulo II”, afirmou o Pontífice, aos fiéis reunidos na Praça São Pedro, que receberam, em primeira mão, o texto da encíclica publicado em uma versão extraordinária do jornal L’Osservatore Romano.
 
Quais são os grandes ideais mas também os caminhos concretos para aqueles que querem construir um mundo mais justo e fraterno nas suas relações quotidianas, na vida social, na política e nas instituições? Esta é a pergunta à qual pretende responder, principalmente, “Fratelli tutti”: o Papa define-a como uma “Encíclica Social” (6) que toma o seu título das “Admoestações” de São Francisco de Assis, que usava essas palavras “para se dirigir a todos os irmãos e irmãs e lhes propor uma forma de vida com sabor do Evangelho” (1).
 
A Encíclica tem como objetivo promover uma aspiração mundial à fraternidade e à amizade social. No pano de fundo, há a pandemia da Covid-19 que – revela Francisco – “irrompeu de forma inesperada quando eu estava escrevendo esta carta”. Mas a emergência sanitária global mostrou que “ninguém se salva sozinho” e que chegou realmente o momento de “sonhar como uma única humanidade”, na qual somos “todos irmãos”. (7-8).
 
A encíclica está disponível para download clicando aqui.
 

Comentários