Artigos


Artigo do Pe. Ivanaldo: No coração do Bom Pastor


Domingo, 15 de maio de 2022


Imagem | Artigo do Pe. Ivanaldo: No coração do Bom Pastor

Vivido ao longo de 50 dias, o tempo pascal concede-nos a oportunidade, sobretudo, através da Palavra de Deus, no contexto da Celebração Eucarística, a Santa Missa, de aprofundar o evento da paixão-morte-ressurreição de Jesus que consiste no coração da fé cristã. A cada semana, contemplamos um aspecto da presença do Ressuscitado junto a seus discípulos, experiência fundante a Igreja.
 
O quarto domingo do itinerário pascal favorece-nos celebrar (acolher, rezar, refletir e partilhar) a presença do Ressuscitado como Bom Pastor. Nesse sentido, somos ajudados, pelo Evangelho Segundo João (Jo 10,27-30) que, em poucas palavras, apresenta a mística do Bom Pastor, evidenciando elementos essenciais a relação entre o Ressuscitado e seus discípulos, ao longo dos tempos.
 
O Bom Pastor conhece suas ovelhas. Do ponto de vista bíblico, conhecer sugere intimidade, mais que, simplesmente, saber algo acerca de alguém. Jesus Ressuscitado, revela-se conhecedor de todas as coisas; o dom de nossa existência é, antes de tudo, expressão de Seu amor. Assim, sabemos, com clareza quem Ele é!
 
“Minhas ovelhas escutam a minha voz”. Desta feita, nos é possível identificar aqueles que, verdadeiramente, pertencem, de maneira consciente, livre e responsável, ao rebanho do Senhor. Escutar Sua voz é mais que simplesmente ouvi-La, é acolhê-La com o coração e a vida, interiorizá-la com todas as forças do ser. Assim, sabemos, com clareza, quem devemos ser!
 
“Elas me seguem”. Os efeitos da íntima relação entre Pastor e Rebanho desembocam no seguimento fiel, que consiste na vivência amorosa do Evangelho, para além da obrigação, como opção de vida, assumida com convicção, que gera, consequentemente, comprometimento e testemunho de fé de maneira natural. Assim, sabemos, com clareza, o que devemos fazer!
 
“Eu dou-lhes a vida eterna”. O Ressuscitado revela-se, acima e, para além de todas as coisas, como garante de vida em plenitude aqueles que lhe são íntimos, escutam sua voz e o seguem. Revela, igualmente, que Ele é Deus, um só com o Pai. Assim, sabemos, com clareza, o que nos espera.
 
A clareza física, mental, emocional e espiritual, acerca das maneiras concretas através das quais o Ressuscitado se manifesta, fortalece em nós o dom do amor e da fé, a fim de que sejamos, cada vez mais, testemunhas fies de Sua presença. “Tu és Senhor o meu pastor por isso nada em minha vida faltará” (Sl 22).
 

Comentários



Sobre o Autor


Padre Ivanaldo Gonçalves de Mendonça

Pe. Ivanaldo e pós-graduado em Psicologia, pároco da Paróquia São José de Olímpia e Coordenador Diocesano de Pastoral. E-mail: ivanpsicol@hotmail.com

Artigos do Autor