Notícias


Coleta sugerida por Dom Milton irá contribuir com o socorro às vítimas pelo desastre ambiental de Brumadinho


Terça-feira, 29 de janeiro de 2019


Foto | Coleta sugerida por Dom Milton irá contribuir com o socorro às vítimas pelo desastre ambiental de Brumadinho

Em nota enviada ao clero na manhã desta terça-feira assinada pelo padre Thiago Freitas dos Reis, que assumiu ontem (28), a coordenação diocesana de pastoral, Dom Milton Kenan Júnior sugere aos padres da Diocese de Barretos a realização de uma coleta durantes as missas de sábado e domingo, dias 02 e 03 de fevereiro, que será repassada para o Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte, órgão responsável em contribuir com o socorro às vítimas do desastre ambiental ocorrido em Brumadinho (MG).
 
Os recursos arrecadados devem ser encaminhados até dia 09 de fevereiro em conta destinada para tal ação da Mitra Diocesana de Barretos. Confira a nota na íntegra:
 
Caros irmãos no presbitério, diante da tragédia que se abateu em Brumadinho/MG, território pertencente à Arquidiocese de Belo Horizonte, nossa diocese poderá contribuir para amenizar, por hora, ou em demandas futuras com nossos irmãos e irmãs atingidos.
 
Para tanto, DEIXAMOS COMO SUGESTÃO, a pedido de nosso bispo diocesano, Dom Milton Kenan Junior, fazer uma COLETA, da melhor forma possível, motivada pelos padres, nas missas deste final de semana, ou seja, nos dias 02 e 03 de fevereiro.
 
Os recursos arrecadados devem ser encaminhados até dia 09 de fevereiro, na seguinte conta: Bradesco - Ag 0144 - C/C 89640-3 - Mitra Diocesana de Barretos
 
Uma fez feito os depósitos, a Diocese de Barretos fará o repassa para o Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte, órgão responsável em socorrer esta porção do povo de Deus.
 
Temos tido várias notícias sobre o grande fluxo de doações que tem chegado a Brumadinho, no entanto, como esta nossa oferta será administrada por órgãos da arquidiocese, acreditamos que estes recursos poderão ajudar a reerguer as igrejas/capelas que ali existiam, ou serem usados nas urgências que julgarem ser necessárias.
 
Certos da compreensão de todos pela dor e sofrimento que se abate sobre nossos irmãos mineiros, temos certeza que daremos bom testemunho de fraternidade e comunhão.
 
Que a Mãe Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, rogue por seus filhos que choram!
 
Padre Thiago Freitas dos Reis
Coordenador Diocesano de Pastoral
 
 
Imagem: Estadão
 

Comentários