Notícias


Divulgadas as intenções de oração do Papa Francisco para 2019


Quarta-feira, 09 de janeiro de 2019


Foto | Divulgadas as intenções de oração do Papa Francisco para 2019

As intenções de oração do Papa Francisco para todo este ano foram divulgadas. Para o mês de Janeiro se rezará pela evangelização, com foco nos jovens da América Latina, para que, seguindo o exemplo de Maria, respondam ao chamamento do Senhor para comunicar ao mundo a alegria do Evangelho.
 
Já a intenção do mês de Fevereiro é universal. Se pedirá pelo acolhimento generoso das vítimas do tráfico de pessoas, da prostituição forçada e da violência.
 
Em março se rezará pela evangelização das comunidades cristãs, em particular as que são perseguidas, para que sintam a proximidade de Cristo e para que os seus direitos sejam reconhecidos.
 
As intenções do mês de abril são pelos médicos e pelo pessoal humanitário presentes em zonas de guerra, que arriscam a própria vida para salvar a dos outros.
 
No mês de maio se rezará pela evangelização, para que, através do empenho dos próprios membros, a Igreja na África seja fermento de unidade entre os povos, sinal de esperança para este continente.
 
Em junho, as intenções de oração se voltarão aos sacerdotes, para que, com a sobriedade e humildade da sua vida, se empenhem numa solidariedade ativa para com os mais pobres.
 
Já em julho, se pedirá por todos aqueles que administram a justiça, para que operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra.
 
Para o mês de agosto se rezará pela evangelização das famílias para que, graças a uma vida de oração e de amor, se tornem cada vez mais "laboratórios de humanização".
 
As intenções de setembro pedirão pelos políticos, cientistas e economistas, para que trabalhem juntos pela proteção dos mares e dos oceanos.
 
Em outubro, se rezará pela evangelização. Para que o sopro do Espírito Santo suscite uma nova primavera missionária na Igreja.
 
Já em novembro se pedirá para que no Próximo Oriente, no qual diversas tradições religiosas partilham o mesmo espaço de vida, nasça um espírito de diálogo, de encontro e de reconciliação.
 
Por fim, em dezembro se rezará para que cada país tome as medidas necessárias para fazer do futuro dos mais jovens uma prioridade, sobretudo daqueles que estão a sofrer.
 
Fonte: Gaudium Press
 

Comentários