Notícias


Missa marca o 10º ano de falecimento do Servo de Deus Pe. André Bortolameotti


Sexta-feira, 30 de outubro de 2020


Foto | Missa marca o 10º ano de falecimento do Servo de Deus Pe. André Bortolameotti

Na festa litúrgica dos apóstolos São Simão e São Judas Tadeu, na noite de quinta-feira (28), o bispo diocesano de Barretos, Dom Milton Kenan Júnior, presidiu a celebração eucarística que teve como principal intenção o aniversário de 10 anos de falecimento do Servo de Deus Pe. André Bortolameotti, que fora sacerdote da Congregação de Jesus Sacerdote.
 
A Eucaristia, que respeitou todas as normas de segurança para não propagar o Covid-19, foi celebrada no Santuário Diocesano Nossa Senhora do Rosário, em Barretos, onde padre André fora pároco e está sepultado.
 
 
 
Nos Ritos Iniciais, o presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata, deu seu testemunho de convivência dos últimos 15 anos antes do falecimento do presbítero que tanto trabalhou na causa do Hospital de Amor e da Casa Madre Paulina que recebe pacientes e acompanhantes de todo o país.
 
Henrique disse que depois do seu pai, o Dr. Paulo Prata, grande idealizador do Hospital de Câncer de Barretos, a pessoa que mais lapidou o hospital na missão de amor e que o fez entender o significado de cuidar da alma das pessoas foi padre André. “Todo dia, toda hora, e todo momento que eu olhava para ele, eu sabia que ele era um homem santo, como muitos de vocês sabiam”, disse à assembleia. Ele destacou ainda que conviveu com alguém de carne e osso mas que era um santo de Deus. Falou ainda que em Barretos viveu um santo, e que isso era um presente que Deus deu à cidade.
 
“Recordamos neste dia a páscoa do padre André e agradecemos a Deus a sua vida e pedimos ao Senhor que o glorifique e o seu testemunho anime a todos nós no amor a Deus e no amor ao próximo”, salientou o prelado após a palavra de Henrique.
 
Na homilia, o prelado disse que é o testemunho dos santos que converte o mundo, e que isso remetia às atitudes e gestos de padre André. E que Deus pede a cada um de nós que sejamos “gente dessa têmpera, cristãos que evangelizam, mais que pelas palavras, pelas atitudes, como fizera o padre André”.
 
 
Foto: @anamariagomes52
 
No final, foi apresentado um vídeo sobre a trajetória de vida do Servo de Deus, e padre Costante disse que se queremos ver a graça da santificação do padre André, devemos rezar e pedir a intercessão dele nas nossas orações.
 
A missa foi concelebrada pelos padres Costante Gualdi, Ângelo Fornari, cjs, e Deonísio Helko.
 
 
Fotos: Reprodução de Live do Facebook

Comentários